segunda-feira, 9 de fevereiro de 2009

Christian Bale Psycho

Da série “não sei porque nunca vi esse filme antes”, assisti Psicopata Americano nesse final de semana, motivado, em grande parte, pelo
surto de Christian Bale nas filmagens de Exterminador do Futuro 4. Não faz sentido da minha parte listar adjetivos à um filme que já é suficientemente cult - gostei, e gostei muito. Não entendo como esse filme pode ter levantado alguma polêmica em torno de imagens violentas, o filme é de 2000, certo que foi antes de se ter um Jogos Mortais nos cinemas todo ano, e certo que Christian Bale correndo pelado com uma serra-elétrica nas mãos e coberto de sangue é uma imagem forte, pra dizer o mínimo, mas ainda assim, metade dos filmes em que são colados o adjetivo de “polêmico” na caixinha do dvd (estava escrito na que eu aluguei), leia-se “provocou ataques de frescura em velhas virgens”. Sinopse para quem não faz idéia do que se trata o filme: Bale interpreta Patrick Bateman, um yuppie narcisista típico da década de oitenta (a história se passa nos anos oitenta), que entre jantares em restaurantes caros e uma rotina embelezadora matinal - a ênfase do filme nesses detalhes de "luxo cafona oitentista" me fez lembrar no Wall Street do Oliver Stone (um diretor, aliás, com o qual não tenho muita paciência) - transforma a competição sócio-profissional (quem tem o melhor cartão de visitas, quem consegue reservas no restaurante mais visado) numa psicose homicida.
Ah, uma das melhores coisas do filme, a trilha sonora oitentista. Combinado com o clímax surtado, me fez pensar numa partida de GTA.

4 comentários:

Leonardo Tissot disse...

Esse filme é sensacional. Ironia, sadismo, trilha sonora e a atuação brilhante - como sempre - do Christian Bale. Infelizmente esse lance do "melhor cartão", "melhor condição social", blablablá continua valendo hoje. As pessoas realmente curtem se sentirem superiores nesse lance de futilidade.

Mas o triste do sucesso do filme é que fizeram o Psicopata Americano 2, com aquela atriz do That 70's Show. Mesmo sabendo que era picaretagem eu assisti... É simplesmente um lixo, duas horas da minha vida que não voltam mais.

Outro filme genial do Bale: The Machinist (acho que é O Operário em português).

Samir Machado de Machado disse...

Eu vi a sinopse do Psicopata Americano 2. O próprio plot básico da trama (moça que sobreviveu ao assassino do primeiro filme e vira psicopata) é uma contradição ao final do primeiro filme. Os produtores devem ter ignorado ou nem viram o original.

Luiz Pires disse...

Chama-se "O Operário" em português sim, e é sensacional.

Tem uma pegada meio "Spider", mas isso não desqualifica o filme, de maneira nenhuma.

E pelo que sei foi o filme que Bale fez antes do Batman Begins - só testemunhar a mudança incrível do físico do ator, de um mirrado, raquítico e absolutamente doente operário para a versão mais playboy e marombada que já foi vista do Batman no cinema, já vale assitir o filme!

Samir Machado de Machado disse...

Luis: mudança que, segundo amigo meu, só é possível a base de muita bomba, diga-se de passagem. Outro filme em que Bale se entrega de corpo e alma é O Sobrevivente, do Herzog, outro baita filme.

AddThis